O QUE ESTAMOS FAZENDO AQUI?

Esta e tantas outras perguntas ainda estão por serem respondidas.  “Por que passamos a existir há 13,7 bilhões de anos num big bang? Por que as leis do eletromagnetismo ou da gravidade são como elas são? Por que essas leis?” Quando pausamos para refletir sobre a presença do ser humano, da consciência humana, da vida, do intangível, é possível  sentir o tremendo espanto que a magnitude do Universo, do micro ao macro, nos causam, sempre que nos colocamos diante de tais questionamentos. A experiência de pertencimento neste cosmos é imensamente contagiante e avassaladora. O filósofo Karl Popper (1902 – 1994)  afirmava que, “não sabemos coisa nenhuma” acreditando que essa era a verdade filosófica mais importante. Apesar da incompletude de conhecimento para uma aproximação dessa realidade, ele exultava; ” Uma das grandes fontes de felicidade é vislumbrar, cá e lá, um novo aspecto do mundo incrível em que vivemos e do papel incrível que nele desempenhamos”.

Abraços    ****

Vivi

Deixe um comentário