NÃO SOMOS FORMAS PRONTAS!

O ser humano não é uma forma pronta, idealizada, uma forma embotada e esmagada numa caixinha fechada. A forma, o modelo, mantido e estimulado pela máquina social controladora, gera permanentemente estados afetivos e rede de relações que se mantém na falta de alguma coisa, na falta de qualquer coisa. Por efeito, este sentimento de falta nos faz estar sempre correndo atrás de algo que preencha esta falta, que preencha um buraco que nunca se satisfaz. Fato é que, para a vida nada falta! Toda a potência vital está pulsando em nossos corpos, em nossa mente, em nossa sensibilidade. A nossa vitalidade está em nossos movimentos, em nossos pensamentos e afetos. Não somos formas prontas, somos potência de acontecer nos acontecimentos, basta apenas que estejamos conectados às nossas potencialidades.

Abraços   ****

Vivi