EXERCITAR O AMOR

Encontrar os espaços para exercitar o amor no conviver, é também um exercício de legitimação do outro e dos outros nas relações de convivência. Fazer de cada encontro um encontro de potência amorosa, onde a vida em seus fluxos, intensidades e ritmos, nas vias de passagem, possa ser um exercício amoroso de celebração e gratuidade, de aprendizado e transformação. Exercitar o amor, é ter a força corajosa de se desapegar dos velhos padrões mentais e de comportamento, que já não servem mais, para brindar nos encontros, a magia e o mistério do que é ser um ser de potência viva.

Abraços   ****

Vivi

Deixe um comentário