ESCUDO DA MORAL

No geral, é muito fácil distinguir os fracos de si mesmos. Aquelas pessoas que se negam a reconhecer a sua fraqueza e se transformar, ou seja, assumir a sua potencialidade. Ser uma pessoa de potência, exige determinação e esforço para se transformar. Os fracos se negam a si mesmos, então, se escondem no escudo da moralidade. Os fracos são aquelas pessoas que julgam as outras pessoas, que idealizam realidades inexistentes, que ditam regras moralizantes para se fazerem corretos e justiceiros. Cuidado! Muita atenção! Os fracos nos fazem fracos através dos discursos morais. Atenção! Não se deixe cair nesta farsa, na farsa da moral que idealiza e projeta.

Abraços   ****

Vivi

Deixe um comentário