A POSTURA DO GUERREIRO

O “guerreiro” é um personagem que aparece nas histórias gregas, chinesas, japonesas… O herói persiste, resiste aos desafios, sem jamais deixar de cumprir seu dever e missão. O guerreiro-herói se apresenta nos corpos contemporâneos, advindo de um histórico cultural porém, desconectado com os princípios éticos que norteiam este “personagem”. A postura do guerreiro, traz consigo uma disciplina comprometida com a verdade e com a justiça. Age com plena atenção, que muitas vezes se revela na não-ação. Um verdadeiro guerreiro, age no silêncio de sua presença. Sua postura psíquica e somática é revelada pela qualidade de suas palavras, o tom de sua voz, a expressão de seus gestos, na sutileza de sua presença em cada presente. Não se acovarda, nem se faz prepotente. O guerreiro sabe que atenção e ética são inseparáveis e por isso cultiva o bem, a benevolência, a generosidade, a cordialidade, a gentileza. Sua maior “luta”, é a luta interior de ser  verdadeiramente um ser humano e não representar-se nas máscaras do teatro cultural. Sabe ele que não precisa de favoritismo para ser reconhecido, pois ele se conhece e se reconhece como humano, através da sua humildade diante da grandeza da vida. Ele nunca se afasta do “divino” e portanto, pode reconhecer a divindade em tudo que faz, que pensa, que age.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *