UM PÉ EM CADA CANOA

Embora que tenhamos dois pés em um só corpo, seria um grande equívoco entender que eles possam estar separados. Eles são dois mas juntos estão. O passo da caminhada requer um pé no opoio e o outro na passagem, para o deslocamento do passo e assim vamos caminhando. Porém, se quisermos que um pé vá para um lado e o outro em direção oposta, literalmente iremos rachar ao meio, pois não há condições anatômicas nem psicológicas para estabilizar-se nos solos da vida, depositando “um pé em cada canoa”, mesmo porque ninguém serve a dois senhores. Então qual é o “senhor” que escolhemos servir? Estamos refletindo sobre valores e valor é algo que precisamos ter muita clareza senão podemos ser capturados ao menor descuido e querendo servir a dois “senhores”, acabamos partidos ao meio. Viver entre dois eixos e pendulando de acordo com as conveniências, acabamos nos perdendo dentro do insípido empobrecimento e estreiteza das convenções.
Abraços ****
Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *