UM HIPERINDIVIDUALISMO

Uma sociedade que enfatiza o “cada um por si…” com discursos e linguagens que atendem “o si próprio” e o resto se deixa à deriva, é uma sociedade que cultiva o hiperindividualismo. Estas são posturas e discursos que de alguma forma evidenciam uma rejeição ao coletivo. Quando camadas do coletivo querem ser reconhecidas em seus direitos a uma vida com dignidade e respeito, estas pautas passam a ser ameaçadoras. Fato é que, o excesso intensivo e prepotente, ancorado num moralismo e um anti-intelectualismo dos discursos individualistas que negam o outro na sua humanidade e existência, são absolutamente contraditórias à vida e ao respeito à vida.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *