ULTRAJE – QUE SENTIMENTO É ESTE?

Sempre que uma pessoa em reta conduta se sente injustiçada, é inevitável que um sentimento profundo, que vai além da indignação, se aproprie da alma humana. A raiva experimentada quando pessoas de “mal caráter”, conseguem algo que não merecem, vem acompanhada de um sentimento de ultraje. A ganância predadora e espoliadora inevitavelmente se depara com a justiça, que é uma necessidade humana. O ganancioso sabe que é injusto, ele tem consciência do “mal feito”.  Quando a justiça falha no seu propósito maior, nas suas bases de equidade, de justa medida, de consenso, o sentimento de revolta se manifesta através do ultraje. Pessoas ultrajadas correm o risco de serem capturadas por uma profunda necessidade de punição, onde o mal feito e o malfeitor devem ser punidos frente a este sentimento específico de raiva. Sentir-se ultrajado em seus valores mais essenciais, é algo de muito sofrimento para o ser humano. Um certo inconformismo que pode acarretar o desespero. A indignação precisa da reparação mas, quando o ultraje advindo de injustiças tomam conta da alma humana, o discernimento perde a força e a raiva ganha um poder incontrolável. Em tempos de ultraje, é preciso muito cuidado para não sermos capturados pela raiva desmedida.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *