SOLIDARIEDADE E DIÁLOGO

Será que existe uma pessoa que não queira viver em uma sociedade segura, confiável, cordial e justa? Será que existe alguém que não queira ser feliz? O ser humano por sua própria natureza necessita sentir-se seguro e legitimado, sentir-se confiante e cuidado. Pesquisas na biologia, evidenciam a necessidade que toda pessoa tem de sentir-se pertencente a um grupo que a legitima e inclui. Esta característica humana é tão expressiva biologicamente que, se não formos aceitos e legitimados em um grupo de relações positivas, iremos nos agregar a um grupo de relações negativas para sermos aceitos e reconhecidos. O humano precisa sentir-se pertencente a um grupo relacional, onde possa sentir-se seguro e cuidado. Portanto, a solidariedade não é algo apenas do plano das idéias mas, uma necessidade biológica de todo ser humano. Além disto, nós humanos somos seres de linguagem, de narrativas e é no diálogo que interagimos, que compartilhamos, que nos reconhecemos e legitimamos a nossa humanidade.  Sentir-se seguro e respeitado, acolhido e reconhecido, são fundamentos essenciais para a auto realização, ou seja, para a felicidade. No dialogar, no compartilhar histórias e talentos, no pertencer oferecendo e recebendo, no estar-junto de um viver-junto em segurança e confiança, que o ser humano expressa a sua verdadeira natureza e sua missão existencial: ser um Ser de Afeto, de Amor, de Reciprocidade Amorosa. A solidariedade e o diálogo são os fundamentos mais fortes para a Paz.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *