SOFRIMENTO DA POSSE

Há quem diga que o amor traz sofrimento, que o enamorar-se de alguém acaba em sofrimento. O sofrimento não está no amor, o sofrimento está na posse. Quando alguém quer a posse do outro, a posse da pessoa e do espírito desta pessoa, isto não é amor, é  possessão. Amar alguém é entregar-se gratuitamente. Quando duas pessoas se amam, se entregam gratuitamente um ao outro, oferecendo o seu amor gratuitamente. Não é o amor que leva ao sofrimento mas, a posse. O sentimento de posse do outro, em qualquer situação relacional, inevitavelmente desemboca no sofrimento. O amor livre é desprovido da posse. Há também quem diga que a posse é natural. Grande equívoco! Atribuir à natureza um valor moral é mais uma fonte de sofrimento. A natureza é a natureza. Misturar a natureza com a moral para justificar possessões, é servir-se à mesa da conveniência. O egoísmo não é amor. O amor nos faz mais humanos e dignifica a nossa humanidade. Em todas as relações e relacionamentos o que nos faz sofrer é a posse não o amor. O amor é encontro na gratuidade e liberdade. O amor é entrega livre.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *