SERÁ QUE SOMOS LEVADOS A CRIAR A NOSSA PRÓPRIA PRISÃO?

Quanto mais nos afastamos da nossa vida, das nossas forças intensivas de desejar viver uma vida ativa e potente, mais somos levados a cair no buraco das insatisfações, do medo, da vergonha … Esburacados, habitamos a nossa própria prisão! Esburacados, nos desconectamos da nossa potência de acontecer pelas forças reativas que nos atravessam. Quando reconhecemos que nos aprisionamos nos medos que paralisam as nossas forças vitais, temos a chance de inventar novas maneiras para sair das grades do julgamento e tomar a vida em nossas próprias mãos. A potência vital já está dada, basta acessá-la com alegria ativa em ato.

Abraços   ****

Vivi