SEQUESTRO EMOCIONAL

Quando perdemos a atenção perdemos o contato com a realidade. As distrações, a agitação, a ansiedade, o torpor, a sonolência, a preguiça, são fatores que roubam a capacidade de estarmos presentes na presença do instante vivido. Autocontrole, autoconsciência, requer uma atenção voltada para o momento presente. A desatenção impede o reconhecimento dos pensamentos e das emoções no viver cotidiano. As distrações sequestram a nossa capacidade de reconhecimentos do fluxo dos pensamentos, das emoções e das respostas neuromotoras e passamos a agir segundo as formas dos automatismos e dos condicionamentos. Então, reagimos e não agimos diante dos acontecimentos nos encontros do vivido. O treino atencional permite a auto governabilidade, a capacidade de adequação e autorregulação. Quando as emoções saem do nosso controle, ficamos à mercê dos padrões mentais e dos padrões de comportamento que são  automatizados. São as respostas condicionadas adquiridas, que muitas vezes causam dor e sofrimento em nossas relações pessoais e interpessoais. No condicionamento perdemos a criatividade, perdemos a alegria. O caminho para reverter este quadro sofrido e por vezes hostil, é a pausa. Ao pausar temos a possibilidade de reconhecer para transformar. Lembrando que, pausar também se aprende.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *