SE QUEIRA BEM !

Se gostar e se querer bem, também se aprende na prática, na atitude de se gostar e se compreender. Reconhecer que é possível desenvolver a capacidade interna de enfrentar as emoções negativas, as emoções aflitivas originadas nas memórias vividas e instaladas no sistema de ameaça. Reconhecer-se  com boa vontade e ainda querer si compreender, estando aberto para olhar-se diante da vergonha, da autocrítica e até das lembranças traumáticas, já é um grande passo para a cura e para voltar a se querer bem. Ao fortalecer as emoções positivas, fortalecer a capacidade de experimentar a alegria e os sentimentos amorosos de acolhimento, associando às práticas de respiração na calma, as portas do amar-se se abrem e a fonte da bondade amorosa se intensifica na mente, no corpo e na alma.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *