SABER OUVIR

Saber ouvir a si mesmo,  saber ouvir o outro e os outros, e saber ouvir os acontecimentos, é fruto de um estado de cultivo de atenção alicerçado a um senso de propósito.  Só poderemos ouvir o mundo se soubermos silenciar internamente para ouvir a nós mesmos. Ouvir é silenciar. Silenciar é acalmar, é sair da agitação da ansiedade. Se pudermos parar um pouquinho para ouvir a nós mesmos, poderemos reconhecer as incontáveis vozes internas dos pensamentos que não param de serem pensados. A ansiedade e a agitação caminham juntas e são barulhentas, e provocam pensamentos que tendem a julgar, a comparar, justificar, a explicar, a controlar a si, ao outro e ao mundo. Quem não sabe ouvir tem muita dificuldade em aprender, no geral permanecem na repetição de modelos mentais que giram sobre si mesmo em torno de ego inflamado. Ouvir também se aprende. Aprender a ouvir em tempos de tanta polifonia de vozes e imagens, de sons e informações, é fruto de uma escolha pessoal que se dirige a um cultivo auditivo. Aprender a ouvir, é um exercício de sabedoria para toda a vida.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *