SABER ONDE SE QUER CHEGAR

O dramaturgo e filósofo estoico, Sêneca, há dois mil anos, afirmava que “ Nenhum vento ajuda quem não sabe que porto quer chegar.” Quando não se tem direção na vida, qualquer caminho ou qualquer ideia que se apresente, é vista como um lugar a seguir. Quando não se sabe o que se quer, não se tem clareza dos rumos a seguir e dos valores norteadores de sua vida, a vulnerabilidade é capaz de criar frustrações e consequências indesejáveis. Viver é um processo permanente de rever a direção que se quer seguir, saber quais são os valores que norteiam a trajetória deste viver. Quem não sabe o quer nem qual direção a seguir, embarca pelas falsas notícias acreditando serem verdadeiras, embarca em falsas amizades que exploram roubam a energia, embarca em falsos profetas acreditando sem perceber em suas falsas verdades, embarca nos caminhos destrutivos da vida e da existência. Ter clareza do que se quer e do que não se quer, tem sido algo fundamental em dias de turbulência.

Abraços   ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *