RIDICULARIZAR PARA CAMUFLAR

Uma das manifestações do que hoje é atribuído ao bullying, é a ridicularização do outro, de preferência diante de uma “platéia”, ou seja, na frente de outras pessoas. Este comportamento carregado de violência, aparece com frequência nos programas de televisão e nas relações de convivência, que no mais das vezes, ocorre em reuniões familiares ou entre “amigos”. Ridicularizar, desqualificar, intimidar, são comportamentos que fomentam a violência nas relações, causando danos físicos e psicológicos. É uma forma de abuso moral. As crianças no geral são as grandes vítimas, mas ocorre entre adolescentes, jovens e adultos. Ridicularizar o modo de viver do outro, é um comportamento que tem na sua raiz, uma forma de atenuar o medo que a pessoa que ridiculariza tem do outro. Uma pessoa insegura, tende a encobrir a sua insegurança através de uma atitude violenta, pois em nossa sociedade não há espaço para medos, fracassos, incompetências e fragilidades. A insegurança pessoal é fruto do medo, medo de si mesma, uma incapacidade de lidar com os seus medos internos. O medo é um sentimento existente em todos os seres humanos, é biológico, um dispositivo da natureza para preservar a sobrevivência. Quando o medo se torna exacerbado ou não consciente, ele tende a ser expresso pela via da violência. Ele se camufla nas atitudes violentas. Lembrando que toda violência é uma expressão de sofrimento. Uma pessoa que não consegue lidar com os seus medos pessoais, no geral vai apresentar dificuldades nas relações, pois tendo medo de si mesma, terá medo do outro, dos outros e das circunstâncias. Compreender este comportamento é fundamental, mas ao mesmo tempo refletir sobre os medos pessoais também se mostra uma via regeneradora. Ao mesmo tempo, rejeitar toda a expressão de violência, é uma necessidade ética, senão estaremos perpetuando pela omissão, as manifestações de violência que desagregam nossas relações e o tecido social.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *