RESPOSTAS INDEFINIDAS …

Dentro de uma sociedade dogmática, será que as pessoas que opinam através dos diversos canais de comunicação, sabem o que estão falando? Perguntas tem sido formuladas por filósofos e cientistas advindos das inúmeras áreas do conhecimento que, apesar de todo o esforço, não conseguem encontrar respostas definitivas. – O que é felicidade? O que é verdade? Como convivemos com nossa mortalidade? São problemas eternos da consciência humana, para os quais não conseguimos respostas definitivas. Cada geração inicia sua trajetória na busca de soluções para problemas da existência humana, percorrendo os caminhos condizentes com as circunstâncias de seu tempo. Contudo, no âmbito da “alma” humana, há desconhecimentos que fazem parte da condição humana, onde cada cultura, cada geração, viverá seus questionamentos buscando linguagens e conhecimento, na tentativa de esclarecer as inquietações internas. O “amante da sabedoria”, como diria Sócrates, se disponibiliza em mergulhar em profundidade, auxiliado pela coragem e pela justiça, na busca pessoal de uma aproximação com aspectos da consciência, onde as respostas são apenas provisórias, jamais definitivas. O despertar de uma consciência depende dos processos maturacionais das camadas da consciência humana, que não são definitivas, nem estáticas,muito menos unidirecional e jamais monolíticas.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *