RESISTÊNCIA EXIGE MAIS QUE CORAGEM

Resistir na sustentação dos valores humanos e nos valores que preservam a vida e a dignidade de todos os seres vivos neste planeta exige muito mais que coragem e força interna, exige clareza determinada, exige mansidão com profunda atenção, exige um eixo interno firme e incorruptível. O escritor Mark Kurlansky afirma que “a história ensina repetidas vezes que um conflito entre uma força violenta e uma não-violenta é uma discussão moral. A lição é que, se o lado não violento puder ser levado à violência, ele perdeu a discussão e está destruído”. Se não houver uma profunda clareza de propósito associada a uma profunda força interna que resista à violência moral, a não-violência pode acabar não se sustentando. A atitude de não-violência, não é um lugar para os fracos de espírito, mas para aqueles que se alimentam da coragem silenciosa, da atitude correta na reta conduta aliada à verdade e à amorosidade. Somente os corajosos se mantêm determinados no compromisso com a verdade, seja em pensamentos, em palavras ou em suas ações. Resistir às forças da violência é honrar vida plenamente.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *