RELIGAÇÃO

Quando o humano se conecta com o outro, no espírito fraterno da responsabilidade mútua, do respeito, da iniciativa, da solidariedade, da benevolência, do compartilhamento da inteligência, acontecem as religações. É no estar junto, no co-existir que vivemos a experiência da religação. As sociedades históricas sempre valorizaram  e consideraram vital a capacidade humana de religar-se ao cosmo, aos “soberanos” celestes, em rituais para beneficiarem-se em ajuda mútua e proteção da comunidade. A separação traz com ela sentimentos de isolamento, não pertencimento, solidão. A ética da autonomia e responsabilidade é a própria capacidade de religação, um imperativo de estar e se manter religado em solidariedade e cooperação. “Todo ato ético, vale repetir,é na realidade, um ato de religação, com o outro, com os seus, com a comunidade, com a humanidade e, em última instância, inserção na religação cósmica.” Edgar Morin

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *