RELACIONAR OU REPRESENTAR

A maturidade relacional acontece pela reciprocidade, sem a qual haverá controle ou mando. Na “sociedade do espetáculo” o que se encontra é separação, uma fragmentação desintegrante, própria da representação. No espetáculo as pessoas representam papéis de conveniências, traindo a alma na garantia da tradição. A sociedade do espetáculo alimenta relações humanas que não são vividas integradamente mas, se afastam pela representação do espetacular. A separação afeta os canais relacionais e ruma à representação. A pergunta do sujeito ético permanece: onde quero estar, na representação do espetáculo ou na integridade relacional? Representar é algo fugaz e passageiro, onde os personagens mudam com a cena do próprio espetáculo. Relacionar envolve escolha, decisão, integridade,responsabilidade, respeito e ética. É a consciência que permite um refletir autêntico, para uma autêntica vida relacional, onde a integridade da alma e dos valores universais se fazem presentes em cada presente da existência.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *