REALMAR

Realmar a vida, esperançar os corações, são os indicadores da cura desta doença que temos vivido. Confiança e afeto, cuidado e valorização da vida e de tudo vive nesta terra comum, é o que poderá nos salvar de uma catástrofe que se aproxima a cada dia mais aceleradamente. Esta é uma tarefa pessoal, de responsabilidade pessoal através do respeito em todas as relações, pessoais e interpessoais, com tudo que vive e convive. Confiança e respeito dependem de um compromisso pessoal em ação, no pensar, no sentir e no agir. Realmar e esperançar através de um bom coração para um Bem Viver, com fraternidade e afetuosidade, é o caminho urgente que a humanidade tem por tarefa a seguir. Uma tarefa que venha de um compromisso pessoal e não de um dever de obrigação!

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *