RE-SENTIR

Os padrões mentais como as memórias,  são formas de armazenamentos de experiências vividas no cotidiano. Nossos depósitos armazenam as experiências agradáveis e as desagradáveis  mas , por incrível que pareça no geral, as pessoas tendem a revisitar com  mais frequências as experiências marcadas pela desagregação.  As experiências que causaram dor e sofrimento tendem a serem revisitadas ou seja,  re-sentidas. Aqui nascem os ressentimentos. Sentir novamente a dor do passado com intensidade , afeta nosso bem-estar físico e emocional. Então, qual é a vantagem desta atitude mental?  Será que temos prazer em voltar a sentir dor? Será que há prazer em alimentar pensamentos que afetam o nosso viver,  impedindo a nossa criatividade pela permanência e até insistência, em permanecer no sofrimento?  Este é um sofrimento cuja função é apenas alimentar estados mentais onde as mágoas podem se transformar em retaliações e vinganças. Qual é a vantagem? Onde está alojada a capacidade humana de pensar, refletir e discernir? Se não houver um sujeito que exerça uma ação sobre o ressentimento, dissolvendo-o pela justa compreensão, ficamos aprisionados nas armadilhas de um ego inflado , apequenado, infantilizado e temeroso de si mesmo.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *