PERGUNTAS SEM RESPOSTAS ….

Santo Agostinho em suas “Profissões de Fé”,fez a proposta de reflexão diária através das perguntas: quem somos, o que sabemos e o que queremos. Ao longo de toda a história humana, a pessoa humana vem fazendo perguntas que nem sempre podem ser respondidas. São as perguntas sobre a existência humana. São perguntas referentes ao significado da existência humana. São perguntas que se eternizam com a história do ser humano, mas, que nem sempre são valorizadas e, portanto, respeitadas. Todas elas dizem respeito ao valor da existência humana,  merecedora de todo respeito. Enquanto não soubermos respeitar os questionamentos que acompanham a existência do ser humano ao longo de uma vida, passando de geração para geração, não conseguiremos ser sensíveis aos valores que ditam a vida humana. São valores e significados sem os quais a dignidade humana não tem como existir. Os valores são eternos. Respeito, humildade, responsabilidade, solidariedade, cooperação, honestidade, cordialidade, gentileza, transparência e lealdade…, são valores que conferem dignidade à pessoa humana. No exercício contínuo da reflexão através das perguntas existências, é que o ser humano oferece a si mesmo a chance de se aproximar do eterno mistério da existência humana. Para as perguntas existenciais, talvez não tenhamos respostas imediatas e precisas porque elas não existem. Existe sim o valor de se questionar, na tentativa de se aproximar de si mesmo e da existência que faz deste humano um ser humano, íntegro e verdadeiro, no respeito à sua própria dignidade.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *