PEQUENOS ATOS NO COTIDIANO

Nem sempre os grandes projetos e planos que as pessoas traçam para suas vidas, são realmente considerados na prática cotidiana. Uma coisa é falar, outra coisa é fazer. Há um enorme espaço entre o pensar e o agir, sobretudo quando se trata de mudança de comportamento, de mudança de um hábito, como decidir ser mais cordial e cortez com as pessoas, ser maiscompreensivo nos relacionamentos, ser mais honesto e verdadeiro consigo mesmo e com o outro, ser mais silencioso procurando abaixar o tom de voz, ser mais colaborativo … Muitas são as decisões virtuosas que são tomadas mas que, nem sempre são realmente colocadas na prática cotidiana, do dia-a-dia vivido. Se não houver muita atenção, determinação e profundo comprometimento, facilmente se esquece e os automatismos se expressam nas rotinas da convivência pelos lugares onde transitamos. O filósofo Alexandre Jollien, com muita sabedoria afirma: “Os pequenos atos repetidos cotidianamente me ajudam muito mais do que inúmeras resoluções nunca postas em prática.” Afinal, como diria Aristóteles, é praticando a virtude que nos tornamos virtuosos.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *