PASSADO, FUTURO OU REINO DA FANTASIA

No cotidiano de nossas relações encontramos com certa frequência, pessoas que se dizem ansiosas, agitadas, decepcionadas, que as fazem infelizes. Grande parte destes estados mentais que geram desconforto e insatisfação, diz respeito a um automatismo repetitivo de permanecer ausente do momento presente. As pessoas sofrem porque não conseguem estarem no presente, não conseguem serem o presente. Sempre que saímos do presente, a nossa mente tende a pendular entre os pensamentos e recordações do passado, os pensamentos que idealizam o futuro ou constroem mentalmente o reino da fantasia. Uma mente ansiosa, não percebe quando se alimenta dos ressentimentos do passado que a impede de agir com bom senso e sabedoria. Planejar o futuro é sem dúvida uma capacidade humana comparável a uma bússola, um mapa orientador. Contudo, quando a mente insiste em manter uma atitude de planejamento controlador, ela perde energia mental e emocional. Viajar pelos reinos da fantasia acaba se tornando uma fuga dos desconfortos do presente, fuga da ansiedade e fuga dos medos e inseguranças naturais do viver. A capacidade de fantasiar é admirável quando ela permite a criatividade, imaginar novas possibilidades criativas mas, quando se torna um escape do presente ela pode ser comprometedora. Quando a mente descansa ela permite a criatividade mas, quando se agita, se torna ansiosa, controladora o fugitiva da realidade ela perde a si própria, ela perde a sabedoria. Portanto, exercitar a atenção para se perceber, se reconhecer e estar no presente, é algo que fortalece a consciência e a presença no ser e estar pleno de si mesmo em cada momento do viver.

Abraços ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *