PARA PENSAR…

” Nenhuma dignidade é possível sem a pureza mental. A pureza da vida interior é necessária para criar a dignidade.

O ser humano deve sentir que todo universo é um templo e que a imagem de Deus está presente em todas as partes: todos os rostos do mundo são os rostos de Deus, todas as mãos e os pés são as mãos e os pés de Deus, e que todo trabalho que nós fazemos é adoração.

Assim, qual a diferença entre a vida de um santo e a de uma pessoa comum? Somente uma: a pessoa santa constantemente lembra que suas mãos em realidade não são suas, são simplesmente instrumentos de Deus, são as mãos de Deus. Quando temos essa consciência, nossas ações na realidade se transformam na história interminável da divindade; mas assim que esquecemos esta verdade começamos a escrever a história da animalidade.”

 SWAMI TILAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *