ONDE TODOS GANHAM …

O modelo de resolução de conflitos onde existe um ganhador e um perdedor, tem se mostrado completamente ultrapassado e obsoleto. Não há mais espaço para relações estabelecidas sobre bases hierárquicas, onde o poder daquele que manda e controla estabelece as regras do jogo, desconsiderando a pessoa humana, a igualdade humana, os contextos e as verdadeiras causas de um conflito. Se somos humanos, habitando a mesma terra, o mesmo espaço comum, fazemos parte de um todo integrado e interdependente e ainda, pertencemos à nossa humanidade comum. Estamos todos interconectados. Portanto, uma visão de mundo que separa “nós e os outros”, além de ultrapassada, é causadora de inúmeros conflitos e fonte permanente de violência moral e relacional. As boas relações de convivência se estabelecem quando, compartilhamos nossa humanidade. Dentro da diversidade, existem as divergências o que é completamente natural. O que não é natural, é querer resolver as nossas divergências por meio da violência, do ato de violar o outro e a própria vida. Para estabelecermos relações mais salutares, precisamos querer compreender pelo bom senso, pelo discernimento, fazendo bom uso do diálogo, da conversa inteligente, onde todos ganham, afinal todos devem e precisam ser considerados e respeitados na sua humanidade.  A resolução pacífica de conflitos entende que todos são ganhadores. Neste contexto, não há um ganhador e um perdedor, todos ganham, pois todos fazem parte de uma mesma história. São formas criativas e inteligentes de resolver nossas divergências. Somente um caminho que favoreça ambas as partes, onde todos são considerados, onde não há separação entre “nós e eles”, encontraremos a tão necessária e desejada paz entre todos os seres. Justiça se faz com igualdade, equilíbrio e honestidade. Liberdade se faz com responsabilidade.

Abraços   ****

Vivi

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *