ONDE TAMBÉM ESTÁ A BELEZA?

A beleza, o belo, o estético e harmonioso do humano na vida humana, nesta Terra Comum, também se encontra e se revela na partilha do sensível. Partilhar e compartilhar nossas sensibilidades, nossos afetos, nossa arte de ser sensível e se sensibilizar, alimenta sonhos e nos conecta à nossa beleza interior. A beleza da alma está na simplicidade da ingenuidade, da espontaneidade, do sorriso meigo e sincero. A beleza poética,se nutre da harmonia interior que tem a coragem de ser alegre e sorrir. A beleza da alma se revela nas cores e perfumes dos corpos, das narrativas, das falas que falam da sensibilidade de ser Si mesmo, com toda a grandiosidade da florescência da vida.

Abraços   ****

Vivi

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *