OLHAR OTIMISTA

Sair da cegueira pessimista que temos estado mergulhados, como um padrão cultural, que se nega a ver a face renovadora dos acontecimentos, tem sido um tremendo exercício para aquelas pessoas que se negam a ficar encalhadas no pântano da preguiça conveniente. Ver na história, não apenas o que desmorona e morre, mas, também o que surge e ganha vida, é uma escolha pessoal e permanente. A tendência ao pessimismo impede o olhar em perspectiva que permite  a contextualização dos eventos, bloqueia a criatividade e constrange a vitalidade. Resultado: ficamos aprisionados na mesma “mesmice”,  entendendo que voltar aos “fundamentos dos fundamentalismos” será a solução para todos os problemas sociais. Educar-se para o otimismo, é se permitir enxergar com amplitude o tempo presente, conferindo lucidez e inteligência aos obstáculos e desafios apresentados. Se a vida traz em si a capacidade de plasticidade, flexibilidade, adaptabilidade para manter  dinâmica a homeostase, garantindo um estado salutar para o organismo, negar esta possibilidade é, negar a própria vida para si.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *