O SIGNIFICADO DAS PALAVRAS

Um conhecimento ao ser transmitido só tem valor se as palavras forem precisas, no seu real significado. Quando as palavras são colocadas em uma narrativa de forma que sugere dubilialidades e até  segundas intenções, a comunicação, não se estabelece nem mesmo o vínculo entre quem transmite e quem recebe. Quando não há veracidade no conhecimento,  o ensinamento não se processa. O verdadeiro mestre é aquele que, por sua maturidade, sua capacidade atencional, sua clareza mental, é capaz de se expressar de forma simples e ao mesmo tempo precisa. Ele tem clareza do conhecimento que transmite, porque já o   processou, vivenciou, metabolizou, sabendo buscar as palavras no seu exato significado, desprezando as palavras que possam conter significados indesejados.  Uma palavra utilizada, seja na sua expressão oral narrada, seja na sua expressão escrita, ou digitalizada, ela deve expressar o seu verdadeiro significado, de tal forma que o conhecimento a ser transmitido seja recebido na sua autenticidade, favorecendo a compreensão e, portanto, faça sentido. Generalizações podem ser carregadas de interpretações subjetivas, que deixam em aberto sentidos variados que mais confundem do que esclarecem. Quando as palavras colocadas estão descontextualizadas, elas favorecem condicionamentos e não ensinamentos, criando mais confusão. Transmitir um ensinamento, depende das palavras utilizadas no seu real significado. Depende do contexto onde são colocadas e ainda, da qualidade do ambiente e da qualidade da mente de quem recebe. O verdadeiro mestre, é aquele que tem a sensibilidade da adequação, do ritmo, do tempo, da qualidade com que escolhe as palavras e os meios para realizar um ensinamento, sendo ele, mestre e conhecimento, realmente significativos e transformativos para quem os recebe.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *