O QUE VALE MAIS ?

Quando uma pessoa se coloca diante dos propósitos da vida cabe a pergunta: o que vale mais em sua vida, viver escravo de suas paixões, seus desejos, ilusões e desmedidas ou servir-se do bom senso, da ponderação, do pensar e refletir? Uma pergunta que poderia acompanhar a pessoa no momento em que se levanta da cama, para examinar suas escolhas do dia que se inicia, repetindo ao se deitar. Uma pergunta que encontra lugar da aurora ao anoitecer, de maneira que a pessoa possa identificar o ingrato, o impulsivo, o descuidado,o perverso, o egoísta, o falso, que de tempos em tempos assombra os pensamentos, as emoções e as atitudes. Os vícios do egoísmo, da vaidade, da arrogância, causados pela ignorância impedem o reconhecimento dos verdadeiros bens e dos verdadeiros males. Guiar-se no viver cotidiano por pensamentos, sentimentos e ações com cuidado atencioso, com clareza de propósito na vida pessoal e relacional, é um exercício permanente para não ser pego de surpresa ao se defrontar com o inesperado e o dramático. Independente da vontade pessoal, as circunstâncias e dificuldades do viver são causadoras de sofrimento e fazem parte da condição natural da vida. A clareza de propósito através de uma consciência reflexiva, pode  contribuir para o discernimento e o reconhecimento da escravidão das paixões.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *