O QUE É VALOROSO ?

Todos os excessos no viver e conviver são inadequados, de uma forma ou de outra. Comer demais ou comer de menos. Ter muito riqueza ou estar na pobreza. O excesso de liberdade leva à libertinagem, à anarquia, o excesso de rigidez leva à ditadura, à dominação.Todos os excessos acabam se tornando patológicos, destruindo e até mesmo aniquilando mentes, corpos e relações. Em todos os âmbitos e em todos os territórios do viver neste planeta, a urgência é encontrar a medida adequada, mas para tal, é necessário que o humano queira encontrar este lugar reconhecendo o que é valoroso. Enquanto a pessoa humana não tiver clareza daquilo que tem valor para si, para o outro, para a comunidade e para a natureza, não poderá sair da patologia gerada pela ignorância diante do excessivo. Qual é o valor? Reconhecer que não vivemos isoladamente nos castelos ilusórios dos privilégios. Reconhecer que, gostemos ou não, estamos todos interconectados, não há os ricos e os pobres, os intelectuais e os bossais, os que tem poder e os sem poder. Isto não existe, como não existe um salvador. Há quem diga que uma das causas da violência é a má distribuição das riquezas. A questão do valor evidencia o mais urgente em nossa sociedade, saber qual é o valor, o que é valoroso para a sustentação da vida e da dignidade da vida e do viver. O processo civilizacional chegou num ponto de insustentabilidade em todos os âmbitos e sentidos, do indivíduo ao coletivo, do público ao privado, dos institucional ao doméstico. Não temos mais suportabilidade se, nós humanos não encararmos de frente, com toda a honestidade, o que é valoroso, quais são os valores que poderão e podem sustentar e garantir uma vida digna para tudo o que vive neste planeta e ainda, agir adequadamente conforte o valor.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *