O DEBATE –  ENFRENTAR  OU  ESQUIVAR

O viver e conviver em sociedade requer diálogo e participação. Uma sociedade que se diz democrática necessita reconhecer a diversidade, o pluralismo, as diferenças e encontrar as vias de adequação. Para uma democracia de fato e de direito, é fundamental discernir entre o respeito mútuo e o respeito espúrio. Uma sociedade justa precisa enfrentar as questões morais mais complexas. Não é possível negar as divergências morais nem as religiosas, pois elas fazem parte  de uma sociedade pluralista. Para tanto, é necessário o compromisso com o diálogo, o debate honesto e transparente onde todos tenham a oportunidade de reflexão para a compreensão. Uma sociedade que tem a justiça como um valor, tem na sua base o debate democrático. Nas  instâncias  da vida pública como na vida privada, os espaços de debate são fundamentais para que a justiça possa se fazer justa. Por maiores que sejam as divergências, é necessário e salutar para uma sociedade, enfrentar com dignidade e respeito mútuo as questões complexas comprometendo-se com a inclusão e o bem comum, para o bem-estar de todos os seus cidadãos. Utopia? Não, coerência e responsabilidade.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *