O CORPO

Negar o corpo é negar a vida! O nosso corpo durante longo tempo na história humana foi negado e desconsiderado, entendido como o local “do pecado”. Contudo, sabemos perfeitamente que, no corpo está a fonte da potência, dos pulsos e das pulsões, do pensamento e da sensibilidade, dos impulsos e das memórias, das intensidades e da vontade. Conectar-se ao corpo, habitar um corpo, viver a sua corporeidade é reconhecer-se como sujeito vivo no mundo vivo. Somos corpos pensantes, que se emociona, que tem uma consciência, que traz toda a memória histórica da espécie humana e da natureza. Quanto mais próximos do pulso da vida estivermos, através de nossas conexões com o corpo vivo, mais plenos da potência vital poderemos nos sentir. Habitar um corpo, habitar uma subjetividade e uma intersubjetividade, pode ser um caminho de realização pessoal.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *