NÚMEROS QUE VALEM REFLEXÃO

O ser humano ao longo de toda a sua história enfrentou desafios pelos quais foi necessário encontrar soluções e novos direcionamentos, para garantir a sua sobrevivência e seu bem estar. Além das catástrofes naturais do planeta, a violência humana tem sido uma fonte ameaçadora para a grande família humana. O escritor e historiador Yuval Noah Harari afirma que ” Em 2010, aproximadamente 56 milhões de pessoas morreram no mundo inteiro; 620 mil morreram em razão da violência humana (guerras mataram 120 mil pessoas, o crime matou outras 500 mil). Em contrapartida, 800 mil cometeram suicídio, e 1,5 milhão morreram de diabetes. O açúcar é mais perigoso do que a pólvora.”  Estes números nos fazem pensar. Nos dias de hoje, a guerra perdeu sentido, e já é evidente entre as nações a busca pacífica para resolução dos conflitos, contudo a violência no cotidiano das pessoas dos centros urbanos ainda é um fator de risco à sobrevivência da espécie. No processo maturacional da consciência humana, se faz necessário encontrar as causas desta violência, que compromete famílias e comunidades, com grandes desdobramentos para todos os setores sociais. Uma violência cujos recursos da tecnociência não estão conseguindo resolver. A violência na sua complexidade, requer um novo olhar, com novas abordagens. O que sabemos é que, podemos transformar este cenário mas, a direção a seguir não está na externalidade e sim na interioridade do ser humano.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *