NOSSO DESAFIO PERMANENTE

Conectar-se para manter-se vivo já tem sido um grande desafio dos organismos vivos. Se relacionar, conectar-se em meio a tantas diferenças, é desafiante para todos os humanos. Diante da diversidade cultural, de visões de mundo diferentes, de religiões, ideologias, modos de ser e estar neste mundo, conviver com as diferenças, é uma tarefa que se faz presente e necessária neste contemporâneo. Neste caldo de diversidades, o conflito é algo natural. Saber lidar com ele, sustentando a saúde das nossas relações de convivência, é de fundamental importância. Este é o território da ética. Somente ela, poderá garantir a convivência humana saudável para continuarmos evoluindo como espécie. A ética como um valor de preservação da vida, depende da consciência humana, uma consciência que quer seguir na direção da maturidade humana. A ética está diretamente vinculada ao processo de humanização do ser humano no grande organismo vivo da vida. Ser ético diante de tantos desafios morais contemporâneos, capitalistas e mercadológico, tem sido um desafio permanente para toda a pessoa humana, que tem a preservação da vida nas relações de convivência, um valor que não tem preço. Este tem sido um desafio permanente para o sujeito ético e responsável. Nos dias de hoje, é um desafio quase Hercúleo.
Abraços ****
Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *