NÃO-VIOLÊNCIA

Em sânscrito a palavra que designa não-violência é ahimsa. Em nossa língua não existe uma palavra proativa para não violência. Aliás, na história humana, não há uma palavra referente ao tema não violência. Ficamos na negação da violência. Se ahimsa significa não causar dano, então o que fazer? Gandhi sabiamente afirmou que “A não violência é um estágio perfeito. É uma meta para a qual toda a humanidade se move naturalmente, embora inconscientemente.” Para Gandhi a violência sempre foi um traço de retrocesso, um traço de barbárie, mas que ainda não havia sido descartado pelo ser humano. Gandhi acreditava que, a pessoa que alcançasse a não violência seria um verdadeiro ser humano. Gandhi afirmava que a não violência nunca viria da fraqueza, mas, da força interna e que somente as pessoas mais fortes e mais disciplinadas poderiam alcança-la. Para o escritor Mark Kurlansky,”aqueles que são incapazes de se defender sem violência, os que carecem da força espiritual para se contrapor à brutalidade física de seu adversário, por causa ou de sua própria fraqueza ou brutalidade decidida do inimigo, são obrigados a usar a violência física como defesa”.
Abraços ****
Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *