MODELO DE PENSAMENTO

Sempre é bom considerar que modelos e ordenações servem para direcionar os limites facilitadores da convivência. Quando modelos de pensar se tornam impositivos na tentativa de se colocarem como valor à frente da vida, ele gera sofrimento. O modelo de pensar racional e racionalizante que acompanha a história humana, tem evidenciado uma necessidade urgente de transformação pela sua própria incompletude. O humano é um ser de pensamento mas, é também um ser de sentimentos e afetos. Impossível é negar a sensibilidade da vida humana. Impossível é sobrepor a lógica da razão acima do sentir. O humano é um ser de afetos. Afetamos e somos afetos pela vida, pelo viver, pelo conviver com o mundo interior da subjetividade e pelo mundo exterior dos ambientes e acontecimentos. Uma das fontes de sofrimento humano é querer reduzir toda uma vida exclusivamente a um raciocínio lógico e quantitativo. Iremos todos adoecer!

Abraços   ****

Vivi

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *