MATURIDADE ATÉ NA POLÍTICA

A maturidade política depende da maturidade dos cidadãos da polis. Agir politicamente correto é agir em função do bem comum, do bem de todos os cidadãos da polis, onde nasce o sentido de comunidade. A consciência política é algo que se constrói na medida em que o povo, o cidadão e seus representantes escolhidos, começam a ter a clara percepção do seu papel dentro da comunidade social com os seus direitos e deveres, sobretudo se esta sociedade é regida pelo sistema democrático. Este é o sistema onde o povo elege seus representantes. A democracia enquanto sistema de governabilidade é também um organismo vivo. No seu conjunto de ideias e propósitos, ela se transforma, se modifica, na dinâmica do seu processo. Como todo organismo vivo é no processo, na experiência viva que ela vai ganhando maturidade e se concebendo como tal. O processo democrático ao longo da sua história foi conquistando sua consciência maturacional, enquanto processo em si, no seu corpo de ideias, propósitos e significados, como também e igualmente, na consciência daqueles que a vivenciam. Historicamente, vivenciamos a passagem de uma democracia representativa e começamos a experimentar uma democracia de participação, que está tendendo a avançar no seu processo maturacional. Em conjunto com as consciências individuais e o coletivo, os acontecimentos já estão sinalizando os rudimentos de uma democracia de comunidade. Nesta passagem, se encontram as formas COMO as ações e procedimentos se expressam, pois surge um elemento decisivo, o PODER. Na democracia o poder não é vertical, mas, horizontal e o pensar requer um pensar complexo e não linear apenas, para se compreender e considerar os contextos e suas inter-relações. Há que saber manejar a arte do diálogo, mas, um diálogo que esteja a serviço da comunidade, do bem comum, do bem de todos. Talvez, a comunidade mundial esteja evidenciando que estamos nestes espaços, nesta etapa da jornada, onde política se faz com todos através do compromisso ético de cada um.
Abraços ****
Vivi

A maturidade política depende da maturidade dos cidadãos da polis. Agir politicamente correto é agir em função do bem comum, do bem de todos os cidadãos da polis, onde nasce o sentido de comunidade. A consciência política é algo que se constrói na medida em que o povo, o cidadão e seus representantes escolhidos, começam a ter a clara percepção do seu papel dentro da comunidade social com os seus direitos e deveres, sobretudo se esta sociedade é regida pelo sistema democrático. Este é o sistema onde o povo elege seus representantes. A democracia enquanto sistema de governabilidade é também um organismo vivo. No seu conjunto de ideias e propósitos, ela se transforma, se modifica, na dinâmica do seu processo. Como todo organismo vivo é no processo, na experiência viva que ela vai ganhando maturidade e se concebendo como tal. O processo democrático ao longo da sua história foi conquistando sua consciência maturacional, enquanto processo em si, no seu corpo de ideias, propósitos e significados, como também e igualmente, na consciência daqueles que a vivenciam. Historicamente, vivenciamos a passagem de uma democracia representativa e começamos a experimentar uma democracia de participação, que está tendendo a avançar no seu processo maturacional. Em conjunto com as consciências individuais e o coletivo, os acontecimentos já estão sinalizando os rudimentos de uma democracia de comunidade. Nesta passagem, se encontram as formas COMO as ações e procedimentos se expressam, pois surge um elemento decisivo, o PODER. Na democracia o poder não é vertical, mas, horizontal e o pensar requer um pensar complexo e não linear apenas, para se compreender e considerar os contextos e suas inter-relações. Há que saber manejar a arte do diálogo, mas, um diálogo que esteja a serviço da comunidade, do bem comum, do bem de todos. Talvez, a comunidade mundial esteja evidenciando que estamos nestes espaços, nesta etapa da jornada, onde política se faz com todos através do compromisso ético de cada um.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *