LIDERANÇA SISTÊMICA

 A palavra é: Interação, Integração, Interdependência! A pergunta é: como construir ecologias de liderança? A formação de líderes que verdadeiramente tenham alinhado e incorporado o pensar e o agir, necessita de um forte processo de apoio mutuamente fortalecido por uma rede encorajadora onde seus pares estejam envolvidos em um ambiente de inovação contínua. Um líder sistêmico é capaz de assumir os riscos de toda inovação, pois ele atua em um grupo de ajuda mútua. A formação de um líder sistêmico começa pela sua jornada pessoal, um processo de aprendizado e transformação, onde estilos padronizados da lógica linear se permitirão a serem abandonados em favor de outras abordagens. Tanto nos espaços corporativos e institucionais, como em toda a dimensão educacional de formação dos futuros líderes e gestores que irão atuar nas diversas áreas de desenvolvimento humano, a formação de lideranças sistêmicas depende dos primeiros anos escolares. Depende da capacidade dos mentores de agirem de forma interativa, integrativa e interdependente, a começar pela escola básica indo até a universidade. É preciso ter claro que um professor não é um conferencista. Um líder sistêmico traz consigo os conceitos mas, vai além, ele é capaz de integrar o conhecimento de forma criativa na dinâmica pedagógica, construindo ambientes integrados, interdependentes, onde todos interagem de forma criativa buscando novas possibilidades de atuação. O líder sistêmico traz consigo a linguagem da alma, acredita no outro pois acredita em si, acredita na capacidade transcendente daquilo que está por vir.

Abraços    ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *