LIBERDADE OU MEDO – COMO EDUCAR?

A cada dia fica mais evidente o fundamental e quase decisivo, papel da Educação para a formação do cidadão, a formação do sujeito de direitos, a formação da pessoa humana, a formação do ser humano integral e integrado na sociedade e na vida comunitária. Se tantas são as atribuições da Educação, como educar? Educar para quê ou para quem? A vida se faz junto, aprendemos juntos, crescemos juntos, criamos juntos. Somos todos dependentes e independentes ao mesmo tempo e portanto, responsáveis e co-responsáveis no viver em comunidade. Somos a comunidade e a comunidade somos nós, pessoas humanas que nascemos e crescemos, transformamos e transcendemos o viver, sempre e absolutamente, inseridos na comunidade social a qual fazemos parte e somos parte integrada e integrante. Educar é trazer à consciência de cada pessoa humana a sua  responsabilidade   dentro deste contexto vivo, que se forma e se transforma a cada momento através das culturas, dos modos de ser e existir. A liberdade humana se faz na co-dependência, que confere a co-responsabilidade pela reciprocidade e autenticidade. O medo reprime e oprime, a liberdade responsável liberta e transforma. O equilíbrio advindo do bom senso, do discernimento, daquilo que é verdadeiro, abre os caminhos de uma educação para uma liberdade responsável. Contudo, este é um espaço, uma camada da consciência humana ainda em formação, pois ainda estamos aprendendo a  nos educar para a liberdade sem promover o medo. A liberdade respeita, coopera, integra, o medo subjuga, separa e exclui. Educar é ter a coragem de ser verdadeiramente uma pessoa humana, ser um cidadão humano livre e portanto, responsável de si para com o outro e todos os outros seres vivos livres.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *