LEGITIMAR E SALVAGUARDAR

Salvaguardar, preservar e legitimar os direitos e valores humanos, a importância do conflito no contexto das relações e ainda a soberania popular, são os três elementos que fundamentam os processos democráticos. Os direitos humanos, alicerçados nos valores que sustentam a vida em todas as suas expressões, conquistados pela humanidade ao longo da história humana, integram os processos maturacionais de humanização dos seres humanos. A compreensão do conflito como uma necessidade de ampliação da percepção humana na dimensão psico-social, que inclui a diversidade como elemento criativo nas relações de convivência e as habilidades do diálogo inclusivo, tem sido um avanço civilizacional. O reconhecimento de que a soberania pertence ao povo e não ao governante, uma vez que este governante foi escolhido e eleito pelo povo como seu representante para atuar a serviço da população, é de fundamental importância no contexto político, social e cultural. Avançar no pensar, no sentir e agir democraticamente, inclui uma mudança de ótica tanto nos espaços públicos como nos espaços privados e ainda, atenção aos interesses do mercado e aos interesses que servem apenas aos privilégios de uma cultura de dominação e controle. Educar para a democracia, é educar para o diálogo, o respeito e a co-responsabilidade pessoal e coletiva, atuando no âmbito do público e do privado.

Abraços   ****

Vivi

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *