ILUSÃO OU REALIDADE

Então, o que é a Ética? Seria ela uma ilusão, uma utopia, ou uma realidade possível dentro de um possível de realidade? Como escreveu Théo  lein, sitado por Edgar Morin, “a ética não é um relógio suíço cujo movimento nunca se desajusta. É uma criação permanente, um equilíbrio sempre prestes a ser rompido, um tremor que nos convida a todo instante à inquietude do questionamento e à busca da boa resposta.”  Sustentar um compromisso ético é aprender a cada instante a arte do equilíbrio entre a certeza e a incerteza sem jamais perder o que é justo.  Uma atitude ética compreende a magnitude entre o razoável e o plausível, entre o que é possível num determinado momento que seja ao mesmo tempo seja lúcido e verdadeiro.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *