HUMOR E RESPIRAÇÃO

Acredito que muitas pessoas já devem ter percebido o quanto a sua respiração se modifica diante de situações estressantes. Ambientes relacionais mais calmos, sempre é um convite para uma respiração mais tranquila. São experiências vividas no cotidiano que podem ter impactos importantes na qualidade de nosso ser e estar neste mundo. A consciência do “como” respiramos, pode afetar nossa saúde física, mental, emocional e relacional. Fato é que, a respiração de todas as pessoas se altera e se modifica conforme a situação, os ambientes e a qualidade de nossas relações. Respiração, emoção, pensamentos e sensações são elementos que estão diretamente relacionados, onde um altera o outro. Uma pessoa muito preocupada, ou melhor pré-ocupada, com situações que não estão acontecendo, não acontecerão e nem podem acontecer, cria cenários internos estressores que geram ansiedade, medo, agitação, ressentimentos, raiva e tantos sentimentos comprometedores da qualidade do seu humor, resvalando na qualidade de seus relacionamentos com as outras pessoas e consigo mesmo. São todos elementos que atuam diretamente no ritmo respiratório. Uma pessoa que cronicamente respira mais rápido e mais acelerado, tende a ter uma respiração mais encurtada que favorece estados mentais continuamente mais ansiosos. Por outro lado, uma pessoa mais consciente de si mesmo, de seu corpo, de sua respiração e de sua presença no mundo, tende a respirar mais lentamente favorecendo estados de humor mais saudáveis e com melhor saúde geral. Ritmo respiratório mais acelerado cronicamente, gera mais ansiedade. Ritmo respiratório mais lento indica atividade autônoma reduzida, humor e saúde melhores. Praticar o exercício de um respirar mais lento, mais equilibrado, mais consciente, pode favorecer estados mentais e emocionais mais bem humorados e com eles mais qualidade de vida. A consciência da respiração pode ser uma vantagem para quem quer viver melhor, mais alegre, mais bondosamente e com mais compreensão de si e deste mundo onde vive e convive.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *