HÁ FUGA DE SI MESMO?

Nos momentos tenebrosos da alma humana, muitas são as pessoas que tentam fugir de si mesmas, contudo a fuga de si pode ser a pior escolha. Aceitar a condição sombria pode ser um caminho em direção à luz. Aceitar e reconhecer que todos os momentos na vida, dos mais luminosos aos mais obscuros, são todos eles uma grande oportunidade de aprendizagem. Aceitar o fato de não saber, já é em si mesmo uma possibilidade rumo à liberdade interna. Fugir de si mesmo ou negar a si mesmo, ao invés de transformar acaba por piorar. Olhar para si mesmo, abrir os canais da consciência tem o potencial da transformação. Fugir não é a solução. Ter coragem e humildade de se ver e se reconhecer, se disponibilizando a pedir e receber ajuda, se disponibilizando a deixar os velhos padrões para renascer de si mesmo, é abrir a porta da liberdade interior. Não há como fugir mas, há como aprender e transformar no caminho do possível, ao seu tempo e ritmo.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *