FORMAR OU INFORMAR

Quando a educação e todo o processo educacional se transformam numa transação comercial, a prática pedagógica se reduz à simples transmissão de informações. Educar é um compromisso com o humano, com a formação da pessoa humana em sua humanidade, seu caráter, sua integridade e sua responsabilidade. Educar comporta sobretudo o respeito e o compromisso ético. Um saber desvinculado da ética, se torna em sua superficialidade uma mercadoria banal onde o próprio conhecimento é banalizado. O conhecimento como patrimônio da humanidade, requer um profundo respeito para com todas as consciências que ao longo de uma história disponibilizaram e disponibilizam as possibilidades para a preservação da vida em todas as suas manifestações. Quando informação prevalece sobre a formação do ser integral, a formação de uma consciência plena, a capacidade reflexiva se subjuga à banalidade do mal. A educação em seu propósito formativo, pelo exercício permanente  de reflexão crítica, é formadora do caráter da pessoa humana. Aqui o próprio  conhecimento tem espaço para ser formado, transformado e renovado,  a serviço das próximas gerações com vistas ao bem comum. A educação e todos os processos educacionais, precisam resistir ao reducionismo materialista do mercado. Portanto, como diz Edgar Morin “Temos que resistir à barbárie.”

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *