ESTRESSES E RECURSOS …

Para compreender o estresse e os estressores, é fundamental incluir as relações que se estabelecem com os ambientes e com os recursos pessoais. Os fatores ambientais e as relações que uma pessoa estabelece com estes fatores e ainda, as relações que esta pessoa estabelece consigo mesmo diante de um fator ou um acontecimento estressor, são determinantes de um estresse ou de uma resiliência. Interessante é notar que, um mesmo acontecimento pode ser altamente estressor para uma pessoa e para uma outra, ter um significado completamente diferente. O que acontece? Tudo depende das relações estabelecidas consigo e com o ambiente, ou seja, do acesso aos  recursos internos e externos que uma pessoa tem para lidar com as situações desafiantes da vida. Conforme os recursos pessoais, uma situação pode ser excessiva, causando consequências físicas e psíquicas para uma determinada pessoa. Os recursos externos dizem respeito ao que se chama qualidade de vida: atividade física regular e equilibrada, horas de sono adequada, alimentação balanceada respeitando os horários, participação e integração em grupos, amizades e relações solidárias e amorosas. Os recursos internos se referem às práticas regulares de meditação na plena atenção, crenças religiosas, confiança em lidar com as adversidades e desafios, autoeficácia, visão de si, a capacidade de adequação para fazer mudanças e uma coerência interna. São elementos fundamentais diante de um evento estressor que determinará a maneira de lidar com ele, avaliando e fazendo escolhas adequadas ou, sucumbir com todos os efeitos deletérios próprios do estresse. Perguntas: como estão sendo feitos os investimentos pessoais? Quais são os recursos externos e internos que estão sendo cultivados no cotidiano da vida?

Abraços   ***

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *