ESPÍRITO, CORPO E A DESUMANIZAÇÃO

A história ocidental, referenciada num pensamento linear, de uma lógica linear,  construiu uma linguagem que separou o espírito do corpo. De um ponto de vista eurocêntrico, o espírito foi vinculado a tudo que se aproxima do “divino”, do intelecto, da inteligência. O corpo foi relacionado a tudo que se aproxima da animalidade, do trabalho braçal. Neste raciocínio, tudo que faz referência à mulher, à reprodução, à vida natural como o índio, a força de trabalho do escravo e mais recente, do operário, foi transformado em objeto a ser explorado. Quando separamos a vida do humano, desumanizamos o humano. Portanto, cuidado, pois sem atenção e vigilância permanente, somos ainda capturados por estas narrativas que estimulam a violência.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *