EMOÇÕES – RECONHECER PARA NÃO CONTAMINAR

Por experiência, já sabemos o quanto uma emoção destrutiva pode comprometer as relações entre pessoas. Numa interlocução, quando emana uma emoção construtiva e dignificante, sabemos o quanto este estado nos aproxima de uma pessoa. Pelo contrário, quando uma emoção vinculada à raiva, seja via competição, ameaça, prepotência, retaliação, desprezo, intimidação, medo, pode destruir em segundos uma conexão interpessoal. Os gatilhos emocionais são de uma tal velocidade que, rapidamente o corpo, através das respostas metabólicas, cardio respiratórias, neuromotoras, alteram nossa  cognição. Pensamentos de todas as ordens aparecem, sejam  pensamentos de ataque ou de defesa, destruindo completamente o processo relacional. Fato é que, as emoções são contagiantes, para o bem e para o mal. Poder perceber e reconhecer todo este processo somático e cognitivo, tendo acesso decisório para bloquear uma emoção destrutiva antes que ela se manifesta, é de fundamental importância para a saúde integral das pessoas e seus relacionamentos. Reconhecer uma emoção negativa antes que ela se manifeste e contamine o espaço pessoal interno e externo, é uma via dignificante para as relações humanas. Quando se reconhece, é possível decidir. A auto governabilidade é um dispositivo que toda pessoa humana possui, necessita-se apenas de treino. Aprender a lidar com as nossas emoções é favorecer a liberdade, é expandir a consciência, é maturidade no caminho da sabedoria. Lembrando que, para isto não há uma idade mais adequada, apenas é necessário boa vontade para quer aprender.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *