EM TEMPOS DE ZUMBIS …

Tantas incertezas, tantos desajustes, pós verdades, patologias coletivas, bestialidades ignorantes, são elementos que evidenciam tempos em que zumbis andam pelas ruas da pós-modernidade. São pessoas perdidas de suas referências e vazias de si mesmas. São descorporificados ambulantes. Capturados em seus corpos e suas subjetividades, os zumbis se diluem na massa. São sujeitos que se sujeitam a serem manobrados e conduzidos como rebanhos, cujo destino é um só. Todo cuidado é pouco, pois quando se perde a atenção é possível ser atropelado por um deles em qualquer esquina da vida.

Abraços   ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *